Página Principal
English Version
Quem somosEspécies ameaçadas | Causas de extinçãoNossos animaisProjetosCriadouroCanal nex | LendasAjude | Parceiros | Contato
 
GATO-DO-MATO-GRANDE

Nome científico: Oncifelis geoffroyi (d’Orbigny & Grvais, 1843)

Nome comum: Gato-do-mato-grande (português), Geoffroy’s cat (inglês);

História Natural: Noturno e solitário;

Ambiente: cerrado, caatinga, pantanal, mas principalmente florestas tropicais e subtropicais (inclusive matas de galeria).

Dieta: Carnívora (alimentam-se principalmente pequenos vertebrados: roedores e aves).

Distribuição geográfica: do sul do Texas até a Patagônia na Argentina (exceto Andes). No Brasil ocorre em todas as regiões, à exceção do sul do Rio Grande do Sul.

Reprodução: o período de gestação é de 70 a 76 dias e produzem uma ninhada por ano, geralmente com dois ou três filhotes.

Características:
É uma espécie de pequeno porte com comprimento variando de 43 a 70cm (média 58cm), a cauda é longa de 24 a 36cm (média 32cm) e peso em torno de 4kg (2-6kg). O corpo é flexível, com coloração básica variando entre o cinza-claro e o amarelo-ocráceo e grande número de manchas negras que não chegam a formar rosetas. Os membros e cauda apresentam bandas negras transversais e a base do pescoço e região dorsal estrias negras. Existem indivíduos melânicos;

Status: Presente na Lista Oficial dos Mamíferos Brasileiros Ameaçados de Extinção do IBAMA, CITIES apêndice II.

Principais Ameaças: No passado foi a caça para a peleteria e atualmente, a destruição do habitat é uma das principais ameaças á sua sobrevivência.

Desenvolvido por: Web Sites Factory