Página Principal
English Version
Quem somosEspécies ameaçadas | Causas de extinçãoNossos animaisProjetosCriadouroCanal nex | LendasAjude | Parceiros | Contato
 

GATO-DO-MATO-PEQUENO

Nome científico: Leopardus tigrinus (Schreber, 1775)

Nome comum: Gato-do-mato-pequeno (português), Tiger cat (inglês);

História Natural: noturno e solitário;

Ambiente: cerrado, caatinga, pantanal, mas principalmente florestas tropicais e subtropicais (inclusive matas de galeria).

Dieta: Carnívora (alimentam-se principalmente pequenos vertebrados: roedores e aves).

Distribuição geográfica:
do sul da Costa Rica ao Norte da Argentina. No Brasil ocorre em todas as regiões, desde a floresta Amazônica, Mata Atlântica até os pampas gaúchos.

Reprodução: o período de gestação é de 70 a 74 dias, com número médio de dois filhotes (2-4).

Características: É o menor gato selvagem da América do Sul, com comprimento variando de 40 a 60cm (média 50cm), com cauda longo de 20 a 32cm (média 26cm) e peso em torno de 2,5kg (2-3,5kg). A coloração básica é bem variável, com tonalidades entre amarelo-claro e castanho-amarelado e com a presença de estrias trnasversais escuras na cauda e rosetas com manchas escuras circulares na porção lateral do corpo. Os pêlos são todos voltados para trás, inclusive os da cabeça e pescoço. Existem indivíduos melânicos.

Status: Presente na Lista Oficial dos Mamíferos Brasileiros Ameaçados de Extinção do IBAMA, CITIES apêndice II, Insuficientemente conhecida pela UICN

Principais Ameaças:
No passado foi a caça para a peleteria e atualmente, a destruição do habitat é uma das principais ameaças á sua sobrevivência.

Desenvolvido por: Web Sites Factory